Se você comer 2 bananas por dia durante um mês: é isso que acontece com seu corpo

As bananas são uma das frutas mais baratas disponíveis, que contêm muitos minerais e vitaminas essenciais ao nosso corpo.

aterosclerose:  Eles podem parecer baratos, mas são …

 Eles podem parecer baratos, mas são ricos em todos os tipos de nutrientes. Eu meio que …

As bananas são uma das frutas mais baratas disponíveis, que contêm muitos minerais e vitaminas essenciais ao nosso corpo.

aterosclerose:  Eles podem parecer baratos, mas são …

 Eles podem parecer baratos, mas são ricos em todos os tipos de nutrientes. Eu meio que amo a cena de macacos comendo bananas … Eles, é claro, recebem um imenso suprimento de minerais e vitaminas da natureza … Isso é adorável, não é … Não apenas para eles, mas também para nós também. Mas não precisamos tomar um número maior de bananas, uma ou duas por dia seria mais do que suficiente para um bom suprimento de vitaminas que nosso corpo precisa.

 Vamos ver quais são todos os benefícios de saúde das bananas… A pressão arterial retornará ao normal Comer uma ou duas bananas por dia pode verificar a pressão arterial do nosso corpo, ajudar na perda de peso, melhorar a visão e manter a saúde intestinal intacta.

aterosclerose:  As bananas contêm açúcares naturais, sacarose …

 As bananas contêm açúcares naturais, sacarose e frutose, que lhes conferem um sabor doce. Eles também são preenchidos com vitaminas, minerais e fibras, o que os torna uma adição saudável ao seu café da manhã, almoço e jantar. Potência de nutrientes As diferentes vitaminas disponíveis nas bananas são vitamina B6, vitamina C e também contêm minerais como manganês e potássio. As bananas podem nos proteger contra a aterosclerose com sua imensa contenção de potássio. A aterosclerose é o estreitamento das artérias devido ao depósito de pragas ou espessamento das artérias.

aterosclerose:  Existem aproximadamente 467 miligramas de potássio …

 Existem aproximadamente 467 miligramas de potássio e 1 miligrama de sódio em cada banana. As bananas são boas para os tecidos cardiovasculares no coração. Fonte muito alta de potássio O potássio encontrado nas bananas é bom para melhorar a saúde óssea. Isso ocorre porque eles diminuem a quantidade de cálcio que está sendo liberada na urina. Eles também impedem que os ossos afinem a um ritmo mais rápido. Mantém um coração saudável Os nutrientes das bananas estão sujeitos a alterações quando amadurecem. Quando as bananas amadurecem e ficam amarelas escuras, os antioxidantes nas bananas aumentam.

aterosclerose:  Isso protege nosso corpo contra doenças …

 Isso protege nosso corpo contra doenças cardíacas e as chances de ocorrência de câncer são reduzidas. Que tipo de banana você precisa tomar? Normalmente, quando a banana amadurece ao máximo e a pele fica escura, nós as jogamos, pois não gostamos da textura dela. Mas um estudo recente realizado por pesquisadores do Japão mostra que as bananas maduras com casca escura produzem a maior quantidade de fator de necrose tumoral (TNF). Este é um tipo de citocina que combate células tumorais anormais no corpo, estimulando a produção de glóbulos brancos e auxiliando as comunicações.

aterosclerose: Portanto, é sempre bom que a …

Portanto, é sempre bom que a banana seja consumida na sua forma mais madura, uma vez que é melhor para aumentar as propriedades de imunidade e anti-câncer. O fato é que bananas com manchas escuras são mais eficazes para melhorar a função dos glóbulos brancos. Então, em vez de jogar fora as bananas amadurecidas, coma-as para obter um bom suprimento de diferentes minerais e nutrientes, para que possam ajudar nosso corpo contra muitas doenças. Se você não gosta de tomar a banana, faça uma salada adicionando outras frutas como romã, maçã etc.

aterosclerose: Você também pode comer bananas com …

Você também pode comer bananas com mel e tâmaras. Comer bananas durante a noite aliviaria os intestinos no dia seguinte e eliminaria facilmente os resíduos do corpo humano. De maneira nítida, os benefícios das bananas podem ser dados pelos 7 pontos a seguir: Alto teor de fibras Mantém um coração saudável Facilitar a indigestão Potência de nutrientes Fonte muito alta de potássio Mantém a pressão sanguínea Ajuda a combater a anemia. Comer bananas diariamente pode ser uma fonte muito boa de potássio e outros minerais, mas também podem ser consumidos na forma de outras receitas mais saborosas, como bolos de banana, muffins de banana etc. As bananas também contêm um alto teor de ferro que ajuda a combater a anemia, uma condição em que o número de glóbulos vermelhos na corrente sanguínea diminui. Ter bananas todos os dias aumentaria o teor de ferro da corrente sanguínea, diminuindo a possibilidade de anemia. Tome pelo menos uma banana todos os dias e tente melhorar a saúde do seu corpo … Desfrute de uma dieta cheia de banana todos os dias !!!


Idosos correspondem a 77% das vítimas fatais de infarto e 82% dos óbitos por AVC, no Brasil

Idosos a partir dos 75 anos têm o risco de um ataque cardíaco ou uma doença arterial (DAC) fatal aumentado em 57% nos homens brancos, 66% em homens negros, 125% nas mulheres brancas e 62% nas mulheres negras, na comparação com aqueles entre 65 e 74 anos, segundo a American Heart Association …

Idosos a partir dos 75 anos têm o risco de um ataque cardíaco ou uma doença arterial (DAC) fatal aumentado em 57% nos homens brancos, 66% em homens negros, 125% nas mulheres brancas e 62% nas mulheres negras, na comparação com aqueles entre 65 e 74 anos, segundo a American Heart Association.

aterosclerose: No Brasil, os dados mais atuais …

No Brasil, os dados mais atuais do Ministério da Saúde revelam que 115.321 pessoas morreram de infarto, em 2018. Idosos com mais de 80 anos representam 28% deste total, 25% tinham entre 70 e 79 anos e 24% entre 60 e 69 anos. Ou seja, somados os idosos representam 77% do total de óbitos. As mortes por AVC são ainda mais cruéis com a terceira idade: 37% das vítimas de AVC, em 2018, no Brasil, tinham acima de 80 anos, 26% entre 70 e 79 anos e 18% entre 60 e 69 anos.

Juntas, as três faixas etárias correspondem a 82% do total de óbitos por derrame. Infarto 20 a 29 anos 30 a 39 anos 40 a 49 anos 50 a 59 anos 60 a 69 anos 70 a 79 anos 80 anos e mais Total 575 2.

aterosclerose: 051 6.774 16.593 27.245 29.584 32.303 …

051 6.774 16.593 27.245 29.584 32.303 115.321 AVC 20 a 29 anos 30 a 39 anos 40 a 49 anos 50 a 59 anos 60 a 69 anos 70 a 79 anos 80 anos e mais Total 507 1.706 4.620 10.313 18.662 26.374 37.353 99.904 Fonte: Ministério da Saúde (dados de 2018) Os índices preocupam os cardiologistas, que vão debater o tema no Congresso Virtual da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (SOCESP), entre os dias 29 de junho e 02 de julho. O evento anualmente é um dos maiores da especialidade do hemisfério sul.

aterosclerose: “O aumento da expectativa de vida …

“O aumento da expectativa de vida dos brasileiros nos impõe um desafio cada vez maior. Hoje o Brasil tem 28 milhões de idosos, que serão mais de 40 milhões em 2031. A prevenção e o tratamento das doenças coronárias na terceira idade, orientada por diretrizes, pode prover substancial benefício para idosos com DAC, independentemente se tratados conservadoramente ou por revascularização. Por outro lado, é fundamental levar em consideração alterações relacionadas à idade na função renal, perfusão hepática, gordura corpórea, composição da massa muscular e reservas de água do corpo que podem resultar em modificações da absorção e resposta ao tratamento”, afirma o palestrante do Congresso Virtual da SOCESP, Marcelo Bertolami. O cardiologista, que é professor e orientador do Programa de Pós-Graduação do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia/Universidade de São Paulo, ressalta ainda que pacientes com idade avançada têm mais probabilidade de terem pouca formação, demência e falta de suporte social, o que resulta em maior potencial de erros na aderência e administração da medicação. “A frequente necessidade de numerosas medicações aumenta o risco de interações adversas doença-remédio e remédio-remédio, bem como não aderência”, alerta.

aterosclerose: De acordo com a Diretriz Brasileira …

De acordo com a Diretriz Brasileira de Dislipidemias e Prevenção da Aterosclerose mais recente, o tratamento da dislipidemia no idoso até os 75 anos de idade deve seguir as mesmas orientações do não idoso. Após os 75 anos, as doses de fármacos para o tratamento das dislipidemias (controle dos níveis de colesterol) devem ser individualizadas de acordo com a presença de comorbidades, a expectativa de vida e o uso de polifarmácia. Bertolami reforça a importância da prevenção primária, que envolve a mudança do estilo de vida, também entre os mais idosos.

aterosclerose: “É importante abandonar o tabagismo, praticar …

“É importante abandonar o tabagismo, praticar atividade física, ter uma dieta saudável, evitar o sobrepeso, controlar os índices de colesterol, diabetes e pressão arterial”. E finaliza: “A tomada de decisão compartilhada sobre o tratamento ideal é essencial para garantir que as medidas de rastreamento e prevenção estejam bem alinhadas com as metas e preferências de cada paciente”. Serviço: Congresso Virtual de Cardiologia SOCESP Tema: Prevenção e tratamento da doença coronária no muito idoso Palestrante: Marcelo Bertolami Data: 30 de junho Horário: 21h10 às 21h20 Informações e Inscrições: www.socesp.org.br/congressovirtual Relacionado


Idoso busca tratamento após ter perna infestada por larvas em SP

vascular
A família de um idoso de 83 anos, que está enfrentando uma infestação de larvas em uma das pernas e suspeita de úlcera varicosa, busca enc …

vascular
A família de um idoso de 83 anos, que está enfrentando uma infestação de larvas em uma das pernas e suspeita de úlcera varicosa, busca encaminhamento para um tratamento vascular em Praia Grande, no litoral de São Paulo.

vascular: Adalto João de Azevedo chegou a …

Adalto João de Azevedo chegou a ser atendido no Hospital Irmã Dulce, mas foi liberado após receber medicação e curativo. No entanto, o idoso se queixa de muitas dores e a família luta por um diagnóstico conclusivo. Em entrevista ao G1 nesta terça-feira (30), a filha dele, Losangela Aparecida, contou que há três meses o pai havia sido diagnosticado com erisipela, uma infecção na pele causada por uma bactéria.

Ele passou por médicos, fez tratamento com antibióticos e até chegou a utilizar laser na perna, que estava com um machucado.

vascular: Na semana passada, porém, o ferimento …

Na semana passada, porém, o ferimento ficou pior. “De quinta para sexta-feira, a perna dele começou a inchar bastante e começou a sair a pele, ficar gosmenta. De sexta para sábado, a ferida abriu, acho que a infecção estava grande, e fez um furo na perna. Nesse furo, começou a sair uma água mal cheirosa, um líquido escuro. Tinha muita secreção”, afirma. No sábado (27), ele foi levado pela família ao Hospital Irmã Dulce, onde um clínico geral informou que internaria o idoso. Segundo a filha, o médico disse que pediria um ultrassom e um encaminhamento para um cirurgião vascular avaliá-lo.

vascular: Na unidade de saúde, os médicos …

Na unidade de saúde, os médicos constataram que existiam larvas no ferimento. 2 de 3
Idoso está com ferimento aberto e infeccionado — Foto: Arquivo pessoal Idoso está com ferimento aberto e infeccionado — Foto: Arquivo pessoal O cirurgião vascular e diretor presidente do grupo AngioCorpore, Marcello Romiti, explica que a miíase é um infecção causada por larvas de moscas que podem pousar em feridas. “Você tem que tirar a larva e tratar a ferida. Se somente tirar a larva e deixar o paciente com a ferida exposta, vai voltar a infectar e isso pode ter gravidade”, explica.

vascular: Ele esclarece ainda que em uma …

Ele esclarece ainda que em uma ferida aberta pode pousar uma mosca com uma bactéria mais forte. “Isso pode levar a amputação da perna ou uma gangrena infecciosa. Uma vez com o diagnóstico, quanto mais cedo tratar, melhor”, afirma. Ao receber o diagnóstico de miíase, Adalto foi colocado em uma sala de observação, sentado em uma cadeira. Conforme informou a filha, ele ficou o sábado todo no local, dormiu na cadeira e, na manhã de domingo (28), o idoso recebeu alta. “Eu não entendi. Já tinham falado que ia fazer o ultrassom e iria ser avaliado, e não aconteceu nada disso”, desabafa. Losangela relata que uma médica ligou para ela explicando que fariam uma raspagem e tirariam as larvas que estavam na perna do idoso para liberá-lo.

vascular: A justificativa era de que ele …

A justificativa era de que ele corria risco de se contaminar pelo novo coronavírus. 3 de 3
Idoso passou a noite em uma cadeira no Hospital Irmã Dulce, em Praia Grande (SP) — Foto: Arquivo pessoal Idoso passou a noite em uma cadeira no Hospital Irmã Dulce, em Praia Grande (SP) — Foto: Arquivo pessoal “Perguntei se ele seria avaliado por um vascular e ela me falou que não precisava, que só precisava limpar e entrar com uma medicação mais forte para matar as bactérias. Ainda perguntei sobre o ultrassom, porque queríamos saber como está por dentro.

vascular: Quem vai garantir que não tem …

Quem vai garantir que não tem bicho lá ainda? Ela me disse que não precisava”, afirma. Ela relata que o hospital foi negligente com a situação de Adalto e que a família busca por um encaminhamento. “Se tivesse mandado para casa e dessem o encaminhamento do ultrassom, a gente se virava para pagar. Nem isso fizeram. Estamos com medo de dar uma trombose ou gangrenar. Era perigoso ficar do jeito que estava. Estão esperando essa infecção agravar para ele perder a perna?”, questiona. Em nota, a direção do Hospital Irmã Dulce informa que seguirá levantando os fatos e, posteriormente, enviará um novo posicionamento ao veículo.


Dia mundial do chocolate: o bem e o mal que cada chocolate pode fazer para pele, circulação e saúde

Foto de Jackie no Pexels Especialistas explicam os benefícios e malefícios de cada tipo de chocolate e dão dicas para consumir a guloseima sem prejudicar a saúde no dia mundial do chocolate, que é comemorado no dia 7 de julho.

aterosclerose: Com a chegada do dia mundial …</h …

Foto de Jackie no Pexels Especialistas explicam os benefícios e malefícios de cada tipo de chocolate e dão dicas para consumir a guloseima sem prejudicar a saúde no dia mundial do chocolate, que é comemorado no dia 7 de julho.

aterosclerose: Com a chegada do dia mundial …

Com a chegada do dia mundial do chocolate, que é comemorado dia 7 de julho, a tentação de consumir a guloseima cresce ainda mais. Enquanto alguns resistem e preferem se privar do consumo desse alimento delicioso, alegando que pode causar espinhas e outras doenças relacionadas à ingestão excessiva de açúcar e gordura, outros não veem a hora de apreciar um pedaço de chocolate, visando suas propriedades antioxidantes e promotoras de bem-estar.

Mas, afinal, o chocolate traz benefícios ou malefícios para a saúde? De acordo com a angiologista Dra.

aterosclerose: Aline Lamaita, membro da Sociedade Brasileira …

Aline Lamaita, membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular, a resposta para essa pergunta depende de uma série de fatores. “O chocolate pode, sim, ser uma boa opção desde que você saiba consumi-lo corretamente. Uma barra de chocolate pode ter vários componentes, como cacau, açúcar, gorduras e até oleaginosas, e a concentração de cada um desses ingredientes é o que vai determinar o benefício ou malefício para o consumo”, explica a médica. Para entender melhor, confira abaixo a diferença entre cada tipo de chocolate: Chocolate amargo – Para quem quer manter a saúde sem se privar de aproveitar a guloseima, o melhor é optar por produtos que tragam, no mínimo, 65% de cacau e massa de cacau como primeiro item da lista de ingredientes que aparece, geralmente, na parte de trás da embalagem. “O cacau é rico em polifenóis, substâncias que, se consumidas com frequência, possuem uma série de benefícios à saúde, incluindo poderosa ação antioxidante e preventiva da formação de radicais e efeito protetor contra os danos ao DNA das células. Além disso, o ingrediente possui propriedades analgésicas, antimicrobianas, anti-inflamatórias e anticarcinogênicas (previne o aparecimento de câncer)”, afirma a médica nutróloga e professora da Associação Brasileira de Nutrologia Dra. Marcella Garcez. Segundo a Dra.

aterosclerose: Aline Lamaita, o chocolate amargo, por conta dos …

Aline Lamaita, o chocolate amargo, por conta dos flavonoides presentes no cacau, ainda possui benefícios comprovados para a circulação, conferindo ação vasodilatadora, prevenindo a formação de placa de gordura dentro das artérias e controlando os níveis de colesterol no sangue. Além disso, de acordo com a dermatologista Dra. Paola Pomerantzeff, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), o chocolate amargo não causa espinhas, ao contrário do que muitos acreditam. “Devido à alta concentração de cacau em sua fórmula, o chocolate amargo é, na verdade, um aliado da saúde da pele, pois suas propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias ajudam a conferir luminosidade e hidratação ao tecido cutâneo, além de auxiliarem na proteção aos danos dos raios UV, prevenirem rugas e combaterem os radicais livres”, destaca. A Dra. Marcella Garcez ainda ressalta que o chocolate amargo é a melhor opção inclusive para crianças, que, apesar de serem resistentes às versões mais amargas devido ao paladar infantil, devem ser educadas desde pequenas a evitarem o excesso de açúcar na alimentação. “Para quem não gosta do chocolate amargo, o chocolate meio amargo, com concentração de cacau de 40 a 50%, pode ser uma opção interessante e mais saborosa, pois, apesar de trazer mais açúcar que a versão amarga, também possui benefícios antioxidantes”, recomenda a Dra.

aterosclerose: Aline. Porém, antes de oferecer chocolate para crianças …

Aline. Porém, antes de oferecer chocolate para crianças é importante lembrar que o cacau é contraindicado para crianças menores de 12 meses de idade e o Ministério da Saúde não recomenda o consumo de açúcar para crianças menores de dois anos. Chocolate ao leite – O chocolate ao leite, por sua vez, não possui quantidade significativa de cacau e, por isso, não traz benefícios à saúde. “Para que o chocolate ao leite mantenha os benefícios do cacau é necessário que seja composto por, no mínimo, 35% do ingrediente, possuindo, nesse caso, metade da capacidade antioxidante do chocolate amargo.

aterosclerose: O problema é que, segundo resolução …

O problema é que, segundo resolução da Anvisa, um chocolate brasileiro precisa conter apenas 25% de cacau para ser considerado chocolate, concentração abaixo da necessária para realmente conferir benefícios à saúde”, diz a Dra. Marcella. Por conter grandes quantidades de açúcar e gordura em sua composição, o chocolate ao leite pode, na verdade, trazer malefícios à saúde quando consumido em excesso. “O açúcar está relacionado com a obesidade e com a diabetes mellitus. Estudos mais recentes vêm apontando o carboidrato como grande vilão também para o aumento de colesterol. A diabetes favorece o desenvolvimento de problemas arteriais, causando espessamento e acúmulo de placas de gordura dentro da parede das artérias, o que pode levar a seu entupimento. Dependendo da artéria afetada, pode ocorrer um infarto, um derrame ou um problema de claudicação ­— quando se sente dificuldade de andar por falta de sangue nas pernas”, alerta a Dra. Aline. “Já a gordura também favorece o aumento do colesterol e pode levar a um processo de aterosclerose, condição caracterizada pela formação de placas de gordura na parede das artérias.” Além disso, essa alta quantidade de gorduras e açúcares presentes no chocolate ao leite o tornam um alimento de alto índice glicêmico. “Muitos estudos sugerem que a alta carga glicêmica na dieta habitual está envolvida com a ocorrência e gravidade da acne vulgar em pacientes predispostos, na medida em que favorece o aumento da secreção sebácea e desenvolvimento de acne. A gordura e o leite presentes em chocolates podem colaborar também para o agravamento do quadro”, explica a dermatologista Dra.

aterosclerose: Paola Pomerantzeff. Estudos realizados pela Universidade …

Paola Pomerantzeff. Estudos realizados pela Universidade de Miller School of Medicine, em Miami (EUA), mostraram que as pessoas que comeram mais chocolate ao leite tiveram aumento de acne e da inflamação na pele. E o mesmo vale para o chocolate branco. Chocolate branco – Por também favorecer a inflamação e o aumento da oleosidade da pele, o chocolate branco também deve ser evitado. “O chocolate branco é fabricado a partir da manteiga de cacau, sendo composto basicamente de gordura, açúcar, leite e aromatizantes. Por não ser feito com a massa de cacau, mas sim com a gordura da fruta, o chocolate branco não deveria nem ser considerado um chocolate, sendo, na verdade, apenas um doce”, afirma a médica nutróloga Dra. Marcella Garcez.

aterosclerose: Dessa forma, é mais calórico e …

Dessa forma, é mais calórico e rico em gorduras, não possuindo funcionalidades e podendo causar danos à saúde.  “Alguns chocolates brancos sequer têm algum resquício de cacau na composição, sendo produzidos apenas com óleos vegetais hidrogenados, cujo consumo resulta no aumento dos níveis do mau colesterol (LDL) e na redução do bom colesterol (HDL). Por isso, mesmo se você optar por esse tipo de chocolate, vale a pena dar uma olhada no rótulo”, destaca a angiologista Dra. Aline Lamaita.

aterosclerose: Por ser pró-inflamatório, o chocolate branco também pode …

Por ser pró-inflamatório, o chocolate branco também pode retardar a circulação e colaborar para o aparecimento de doenças circulatórias. Mas quem não abre mão do chocolate branco pode optar pelas versões sem açúcar para minimizar seus malefícios à saúde, sem esquecer que a guloseima ainda é rica em gorduras, podendo até mesmo trazer uma concentração maior de lipídios, para suprir a falta do açúcar. “Chocolates recheados e que trazem ingredientes que agregam ainda mais açúcar ao produto, como doce de leite e brigadeiro, também devem ser evitados”, recomenda a Dra.

aterosclerose: Marcella Chocolate rosa – Para quem procura por …

Marcella Chocolate rosa – Para quem procura por alternativas mais saudáveis ao chocolate ao leite e branco, mas não aprecia o chocolate amargo, vale a pena apostar no chocolate rosa, que tem se tornado tendência na internet e nas prateleiras dos mercados. Feito a partir da semente do cacau rubi, esse chocolate distingue-se dos demais devido a sua coloração rosada natural, não possuindo corantes artificiais em sua composição. “Sendo geralmente mais caro que o chocolate amargo, o chocolate rosa se destaca pelo seu sabor diferenciado, sendo mais cremoso, frutado e adocicado, com um leve toque cítrico. Além disso, o chocolate feito a partir do cacau rubi possui uma quantidade maior de polifenóis do que o chocolate convencional, pois os flavonóis presentes no ingrediente são mantidos até o produto final devido ao processo de fermentação especial pelo qual as sementes passam para que não percam o sabor e a coloração natural”, explica a Dra. Marcella. Pela maior quantidade de polifenóis, o chocolate rosa mostra-se uma boa opção para quem quer manter a saúde, desde que não seja muito rico em açúcar e gorduras.

aterosclerose: Chocolate com oleoginosas – Outra opção saudável para …

Chocolate com oleoginosas – Outra opção saudável para substituir o chocolate ao leite e branco é o chocolate amargo combinado com oleaginosas, como avelã, noz e amendoim. “Apesar de serem calóricas, as oleaginosas adicionam nutrientes ao produto, como o ômega-3, que ajuda no controle do colesterol, possui propriedades anti-inflamatórias, melhora a circulação e o desempenho cognitivo”, afirma a nutróloga. Porém, a dermatologista Dra. Paola Pomerantzeff ressalta que pacientes de pele oleosa devem evitar esse tipo de chocolate, pois as oleaginosas podem estimular a produção de oleosidade pelas glândulas sebáceas e, consequentemente, favorecer o aparecimento de cravos e espinhas. Mas atenção! Mesmo que você opte pelo chocolate amargo é importante tomar cuidado com o consumo excessivo, pois, independentemente da concentração de cacau, o chocolate ainda tem açúcar e gorduras saturadas. “Existem, claro, as opções sem açúcar, adoçadas com edulcorantes, sendo assim ideais para pessoas que sofrem com diabetes ou estão em dieta de emagrecimento.

aterosclerose: Porém, o consumo desse tipo de chocolate também …

Porém, o consumo desse tipo de chocolate também não deve ser indiscriminado, já que ainda contém calorias e gorduras”, ressalta a Dra. Marcella. No final das contas, é importante controlar o consumo diário. O ideal é consumir de 25g a 50g de chocolate por dia, dando preferência às opções com maior concentração de cacau, como o chocolate amargo e o chocolate rosa. “Ou seja, uma barra de 200g de chocolate deve ser consumida, em média, em uma semana”, recomenda a Dra. Paola.

aterosclerose: Seguindo essas dicas, a guloseima pode …

Seguindo essas dicas, a guloseima pode ser consumida sem culpa, não havendo necessidade de estratégias para inibir o apetite antes do consumo ou para diminuir o índice glicêmico do alimento. “Isso porque, no geral, o chocolate possui baixo índice glicêmico e, se composto por mais de 65% de cacau, também é um alimento funcional, possuindo índice glicêmico ainda mais baixo”, finaliza a Dra. Marcella Garcez. FONTE:Dra. Marcella Garcez – Médica Nutróloga, Mestre em Ciências da Saúde pela Escola de Medicina da PUCPR, Diretora da Associação Brasileira de Nutrologia e Docente do Curso Nacional de Nutrologia da ABRAN. A médica é Membro da Câmara Técnica de Nutrologia do CRMPR, Coordenadora da Liga Acadêmica de Nutrologia do Paraná e Pesquisadora em Suplementos Alimentares no Serviço de Nutrologia do Hospital do Servidor Público de São Paulo. CRM-PR 12559 e RQE 16019. Dra. Aline Lamaita – Cirurgiã vascular e angiologista, Dra. Aline Lamaita é membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular, da Sociedade Brasileira de Laser em Medicina e Cirurgia, do American College of Phlebology, e do American College of Lifestyle Medicine.

aterosclerose: Formada pela Faculdade de Ciências Médicas …

Formada pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, a médica participa, na Universidade de Harvard, de cursos de pós-graduação que ensinam ferramentas para estimular mudanças no estilo de vida nos pacientes em prol da melhora da longevidade e qualidade de vida. A médica possui título de especialista em Cirurgia Vascular pela Associação Médica Brasileira / Conselho Federal de Medicina. http://www.alinelamaita.com.br/ Dra. Paola Pomerantzeff: Dermatologista, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD), tem mais de 10 anos de atuação em Dermatologia Clínica. Graduada em Medicina pela Faculdade de Medicina Santo Amaro, a médica é especialista em Dermatologia pela Associação Médica Brasileira e pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, e participa periodicamente de Congressos, Jornadas e Simpósios nacionais e internacionais. http://www.drapaola.me/ Relacionado


Idosa de 86 anos é curada da Covid-19 em hospital de Belford Roxo e reencontra a família

vascular
Paciente que estava internada em hospital de Belford Roxo reencontrou a família A cidade de Belford Roxo está cada vez mais preparada par …

vascular
Paciente que estava internada em hospital de Belford Roxo reencontrou a família A cidade de Belford Roxo está cada vez mais preparada para o combate e o tratamento da covid-19.

vascular: Consequentemente, o número de curados da …

Consequentemente, o número de curados da doença também está crescendo a cada dia. Esse é o caso de Ruth Lopes da Silva, 86 anos, que reencontrou sua família e pôde ir para casa após 23 dias de internação no Hospital Fluminense, em Areia Branca. Antes do coronavírus, Ruth já teve Acidente Vascular Cerebral (AVC) e trombose que resultou na amputação de uma de suas pernas. Além disso, ela é hipertensa e cardiopata.

Mesmo com esse histórico de doenças, Ruth conseguiu vencer a doença com o tratamento oferecido pela rede pública de Belford Roxo.

vascular: As filhas Solange e Sônia Cristina …

As filhas Solange e Sônia Cristina estavam ansiosas à espera de Ruth com cartazes na saída da unidade. Solange explicou como a mãe chegou ao Hospital. “Os sintomas começaram em casa, com falta de ar e tosse. A levamos para o Hospital Municipal onde fez uma tomografia do pulmão mostrando 50% comprometido. Ela ficou no oxigênio e em observação tomando medicação. Em meio a isso tudo ela também estava com a pressão e glicose alta. Teve acompanhamento médico e depois recebeu alta. Mas, depois de uma semana piorou.

vascular: Então retornamos à unidade onde fomos …

Então retornamos à unidade onde fomos encaminhados para o Hospital Fluminense. Depois de uma consulta ela deu entrada no CTI”, destacou.“Já estava sem comer e dormir de tanta ansiedade para buscar minha mãe, mas a cada dia que recebíamos notícias dela pelos médicos era um alívio”, resumiu Sônia. “O tratamento dado a ela foi excelente desde o momento que chegou até o dia da alta. Estamos muito agradecidos a equipe do Hospital Fluminense”, comemorou Solange. Para completar a alegria, o neto Márcio José da Silva também estava à espera de Ruth. “Ficamos emocionados por rever minha avó. Não há palavras para agradecer a toda equipe médica, ao secretário de saúde, Christian Vieira e ao prefeito Waguinho (Wagner dos Santos Carneiro).

vascular: Vencemos a covid-19”, enfatizou. Quatro unidades …

Vencemos a covid-19”, enfatizou. Quatro unidades de pronto atendimentoDestacando que o município tem quatro unidades de pronto-atendimento, sendo que o o tratamento de pacientes com Covid -19 ficou centralizado no Hospital Fluminense, no bairro Areia Branca, o secretário Christian Vieira destacou que o município tomou uma série de medidas para barrar a proliferação do coronavírus distribuímos mais de 100 mil máscaras e estamos fazendo testes rápidos na população. Temos quatro unidades de pronto-atendimento, mas inauguramos ainda o Centro de Tratamento Avançado, que dispõe de 49 leitos de apoio para a Covid – 19.

vascular: Está dando tudo certo”, avaliou o …

Está dando tudo certo”, avaliou o secretário. O médico que atendeu Ruth Lopes no Hospital Fluminense, Maurício Mallet Barretta, disse que a unidade está preparada para receber pacientes com a covid-19. “Eu, particularmente, sempre converso com os pacientes, pois eles ficam um período longo conosco para a recuperação. Então, uma palavra de conforto é importante. É gratificante ver os pacientes se recuperarem, pois sabemos que estamos fazendo um bom trabalho”, concluiu. Reportagem: Secretaria de Comunicação Social da Prefeitura de Belford Roxo


Cuidados com a saúde vascular devem ser mantidos em período de isolamento social

Manter alimentação saudável e rotina de atividades físicas é essencial para prevenir enfermidades Apesar do índice de isolamento social estar em queda em relação aos últimos meses de pandemia do coronavírus, entre 30% e 40% da população* permanece em casa.

vascular: A …

Manter alimentação saudável e rotina de atividades físicas é essencial para prevenir enfermidades Apesar do índice de isolamento social estar em queda em relação aos últimos meses de pandemia do coronavírus, entre 30% e 40% da população* permanece em casa.

vascular: Além disso, locais como parques e …

Além disso, locais como parques e academias, antes utilizados para realizar atividades físicas, seguem com acesso restrito ou proibido em diversas regiões do país. Apesar disso, é importante destacar que o cuidado para se evitar o contágio da Covid-19 não pode representar o agravamento e até mesmo o desenvolvimento de outras doenças, a exemplo das vasculares. “É natural que as pessoas se movimentem menos ao evitar sair de casa.

Ao mesmo tempo, há uma tendência de que a situação gere ansiedade e compulsão alimentar. Esse quadro, porém, pode fazer com que problemas vasculares e de circulação se agravem”, alerta o médico especialista em angiologia, cirurgia vascular e endovascular, Dr.

vascular: José Fernando Macedo, do Instituto de …

José Fernando Macedo, do Instituto de Angiologia e Cirurgia Vascular de Curitiba (IACVC). Os problemas vasculares e de circulação podem gerar outras disfunções, como por exemplo, as varizes, que afetam quase 40% da população, segundo a Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBACV), sendo as mulheres as mais atingidas. Inchaço nos tornozelos, dor, sensação de cansaço e peso nas penas, principalmente no final do dia, podem levar a complicações venosas. As grávidas, as pessoas com histórico de doença vascular na família, as com mais 50 anos e as com sobrepeso devem prestar ainda mais atenção aos sintomas indicativos de problemas vasculares.

vascular: Como prevenir Mesmo em casa, alguns …

Como prevenir Mesmo em casa, alguns hábitos simples podem prevenir enfermidades, a começar pela realização de simples exercícios de alongamento, caminhadas dentro de casa ou no quintal e evitar ficar muito tempo parado na mesma posição. Para quem puder, orienta-se também a realização de atividades mais intensas com apoio virtual de profissionais, estabelecimentos e canais de referência na web. Uma dica adicional para os que estão trabalhando em home office, é o hábito de levantar de hora em hora para se alongar. Alguns alimentos, além de auxiliar para uma dieta equilibrada, podem ajudar a prevenir doenças vasculares.

vascular: Limão, azeite de oliva, abacate, dentes …

Limão, azeite de oliva, abacate, dentes de alho, alcachofra, aipo, mirtilos, açaí e uvas são alguns deles. Além de atuarem no fortalecimento do sistema imunológico, auxiliam na circulação sanguínea. Os alimentos ricos em Ômega 3, como peixes de águas frias, sementes de chia, linhaça e nozes, também são muito benéficos, pois reduzem a pressão arterial e os depósitos de gordura no organismo. É importante também cuidar com o excesso de sódio e aditivos químicos presentes nos alimentos industrializados. Série de vídeos sobre medidas preventivas ao coronavírus No site, nas redes sociais e no youtube do IACVC é possível acompanhar uma série de vídeos sobre medidas preventivas contra o novo coronavírus gravados pelo médico José Fernando Macedo. “Com alguns cuidados simples e medidas preventivas podemos evitar o contágio do novo coronavírus e de outras doenças”, finalizou Macedo. *Dados da empresa In Loco atualizados em 22/06/2020 Relacionado


Trombose: a doença que provocou a internação de Anitta pode ser irreversível na falta de tratamento

A trombose, doença que provocou a internação da cantora Anitta, 27 anos, pode causar danos irreversíveis, tanto pela demora no diagnóstico quanto pela falta de tratamento adequado. A própria funkeira, que deixou o hospital Vila Nova Star, da Rede D’Or, em São Paulo, nesta sexta-feira (2 …

A trombose, doença que provocou a internação da cantora Anitta, 27 anos, pode causar danos irreversíveis, tanto pela demora no diagnóstico quanto pela falta de tratamento adequado. A própria funkeira, que deixou o hospital Vila Nova Star, da Rede D’Or, em São Paulo, nesta sexta-feira (26), após ter sido internada na quinta (25), usou as redes sociais para tranquilizar seus fãs de que está bem e falar sobre a importância do tratamento na fase inicial da doença.

angiologista: A preocupação da Anitta em alertar …

A preocupação da Anitta em alertar o público (mesmo estando bem) sobre a necessidade de seguir as recomendações médicas para o resultado satisfatório do tratamento, pode ser explicada pelo angiologista Fred Linhares,  membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular, Regional Ceará. A trombose ocorre pela formação de coágulos nas veias, os quais surgem com maior  frequência nos membros inferiores, como ocorreu em uma das pernas de Anitta.

Para o médico, os principais fatores de risco para contrair a doença estão relacionados a imobilidade prolongada. “Pacientes internados por longos períodos ou mesmo quem se submete a grandes cirurgias e ficam impossibilitados de realizar a mobilização da musculatura da perna. Nesses casos, o bombeamento do sangue é reduzido, o que prejudica o fluxo do líquido, favorecendo a formação de coágulos”.

angiologista: Sintomas Um dos principais sinais relacionados …

Sintomas Um dos principais sinais relacionados a trombose dos membros inferiores é a perna inchada. “É difícil se ver um caso em que a formação de coágulo acometa os dois membros, o que facilita identificar a diferença de uma perna para a outra”. Vermelhidão, calor excessivo no local, geralmente na panturrilha, e dores permanente, sem evolução de  melhora após o repouso são indicativos de  trombose venosa profunda. O ideal é procurar assistência médica. “Nesse caso, a falta de tratamento favorece o aumento do coágulo.

angiologista: Ele pode descolar da perna, fazer …

Ele pode descolar da perna, fazer um percurso até o pulmão e desencadear uma embolia pulmonar, tornando o  quadro mais severo e com risco de vida”. Causas Dentre as principais causas da trombose estão o sedentarismo, alimentação desequilibrada, idade avançada, excesso de peso, tabagismo, neoplasias (câncer), uso de medicações, destaque para os métodos contraceptivos orais (os quais Anitta declarou, no insta do Hugo Gloss, não utilizar). Conforme o Dr. Fred Linhares, o consumo da  pílula anticonceptiva pode contribuir para o quadro de trombose por apresentar hormônios que podem predispor a formação dos coágulos.

angiologista: O  especialista também faz um alerta …

O  especialista também faz um alerta para as futuras mamães. “Dependendo do estado da gestante, o período de risco para a doença pode se estender por até três meses após o parto”, declara o médico. Em relação aos exercícios físicos, o profissional pontua que, nesse período de pandemia, no qual muitos deixaram de praticar atividade física ou realizam com restrições, as queixas de inchaço e dores nas pernas são frequentes.   Quando a contração da musculatura da panturrilha e da perna não é  feita de forma eficiente,  o sangue tem maior dificuldade de retornar para o coração.

angiologista: Com isso, extravasa mais líquido de …

Com isso, extravasa mais líquido de dentro dos vasos para fora, causando o edema e consequentemente a dor. Em casos extremos, se não houver uma movimentação adequada, pode ocasionar a formação da trombose venosa profunda. O médico diz ser  muito importante, mesmo nesse período, fazer exercícios em casa, a exemplo de agachamento, subir e descer escadas. A prática diminui os sintomas da imobilidade prolongada”. Nas viagens longas de avião, o curto espaço entre as poltronas dificulta a mobilidade dos membros inferiores, o que  aumenta o risco de trombose.

angiologista: A orientação é levantar a cada …

A orientação é levantar a cada duas horas, andar um pouco nos corredores. Uso de meia elástica é importante para impedir que o sangue fique parado nas pernas, o acessório melhora o retorno do sangue. “Em casos de pessoas com risco aumentado, recomendamos uso de medição anticoagulante antes do embarque”. Público jovem O angiologista diz que, a trombose não é um acometimento tão frequente em pessoas jovens, a exemplo da cantora Anitta. Nesse público, observamos que os casos estão mais relacionados ao uso de contraceptivo oral, viagens mais prolongadas,  traumas direto na veia ou doenças genéticas que causam predisposição ao aparecimento das tromboses, principalmente as chamadas trombofilias.  Nas  famílias com incidência  aumentada de trombose, o angiologista afirma ser  comum outros parentes apresentarem episódios da doença, o que simplifica o diagnóstico.

angiologista:   “Porém, existem casos em que …

  “Porém, existem casos em que os sintomas não são identificados como trombose.  Isso ocorre  em quem  desempenha as atividades normais do dia a dia e,  de uma hora para a outra, apresenta o evento, o qual fazemos a investigação e não encontramos nenhum motivo específico para o desenvolvimento de problema vascular. Essa é a chamada trombose idiopática. Ou seja, sem causa determinada”, explica o médico. “Nesse período de isolamento social, observamos o aumento da incidência de trombose venosa profunda, principalmente nos quadros mais grave. Em pacientes que necessitam de internamento,  fazemos uso dos anticoagulantes para prevenir ou tratar o caso de desenvolvimento da doença, inclusive, nos que apresentam infecção pelo coronavírus”.

angiologista: Tratamento O exame realizado para o …

Tratamento O exame realizado para o diagnóstico de trombose é o ultrassom com dopller venoso. Por meio da tecnologia é possível identificar a presença dos coágulos. O tratamento para a trombose diagnosticada deve ser feito com uso de anticoagulantes, medicamentos que afinam o sangue e impedem que o coágulo aumente, reduzindo assim o risco de embolia pulmonar. Com a  evolução das medicações anticoagulantes possibilitam que o tratamento seja realizado sem internação. Conforme o especialista,  antigamente tínhamos que manter os pacientes internados de cinco a sete dias para iniciar o procedimento por meio de injetável. Atualmente, após o diagnóstico receitamos a medicação em comprimido, em duas ou quatro horas após o consumo é possível comprovar o efeito.


Entenda o que é trombose, doença que causou a internação de Anitta

+ Anitta foi diagnosticada com trombose (Foto: Reprodução/Instagram) Anitta, de 27 anos, foi diagnosticada com trombose venosa em uma de suas pernas durante a realização de exames de check-up nesta quinta-feira (25). Por conta disso, ela precisou ser internada no hospital Vila Nova Star, da …

+ Anitta foi diagnosticada com trombose (Foto: Reprodução/Instagram) Anitta, de 27 anos, foi diagnosticada com trombose venosa em uma de suas pernas durante a realização de exames de check-up nesta quinta-feira (25). Por conta disso, ela precisou ser internada no hospital Vila Nova Star, da Rede D’Or, em São Paulo, mas teve alta nesta sexta (26). A funkeira passa bem e seu quadro é reversível. Segundo sua assessoria de imprensa, a artista necessita apenas de um tratamento adequado.

angiologista: Mas, afinal, o que é trombose? …

Mas, afinal, o que é trombose? Para explicar o que é a doença, Quem conversou com o angiologista e cirurgião vascular Bruno de Lima Naves, que é presidente da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBACV). Leia, abaixo, a conversa com o médico: O que é trombose?É a formação de um trombo (coágulo) dentro de uma veia que dificulta ou impede a passagem do sangue de retorno para o coração naquele segmento.

A trombose venosa pode acontecer em qualquer veia do corpo, mas, em sua maioria, 85 a 95% dos casos, acontece nos membros inferiores.

angiologista: Ela pode acontecer nas veias da …

Ela pode acontecer nas veias da perna, da coxa ou até mesmo na região do quadril, sendo mais grave quanto mais alta ela for. É bem frequente, podendo ocorrer em 2/1.000 indivíduos a cada ano. No Brasil, que atualmente tem 208 milhões de habitantes, podemos ter até 400.000 casos novos por ano. O que causa a trombose?O principal fator que leva uma pessoa a ter trombose é a imobilização prolongada, ficar longos períodos (acima de 4 horas) parado na mesma posição. Além disso, a informação da existência de outros casos de trombose na família é muito importante, já que existe um problema genético chamado trombofilia, em que o paciente nasce com uma tendência maior a formar trombos. Outros fatores de risco importantes são a idade avançada, o excesso de peso, o uso de hormônios femininos associado ao tabagismo, cirurgias muito prolongadas e doenças em que os pacientes precisam ficar acamados. A Anitta é jovem, saudável, se alimenta bem e pratica exercícios físicos.

angiologista: Ela afirmou na rede social não …

Ela afirmou na rede social não fazer uso de anticoncepcional. O que pode ter ocasionado a doença no caso dela?A trombose dela pode ter sido causada por uma imobilização prolongada, mas, ela sendo meio inquieta, eu duvido. Nesses casos, ela deverá fazer oportunamente uns exames de sangue para ver se tem um problema que facilita o aparecimento de trombose — que é a trombofilia — que é genético e pessoas portadoras desse problema têm trombose mais facilmente. Enfim, pode ter sido causada por um trauma… Sem conhecer os hábitos dela e da família, fica difícil dizer a causa.

angiologista: Medicina é ciência, mas também é …

Medicina é ciência, mas também é arte. Cada paciente é único e como tal tem formas diferentes de apresentação das doenças. Veja a Covid-19, por exemplo: existem pessoas que morrem e outras que não têm nada. Quais são os sintomas da trombose?O sintoma mais comum é um endurecimento da musculatura da batata da perna (panturrilha), acompanhado de dor, inchaço, vermelhidão na perna e um aumento das veias mais superficiais. Geralmente acomete um membro só. Além da obstrução na circulação da veia acometida, existe a possibilidade desse trombo se desprender da parede da veia e ir emdireção ao pulmão causando uma embolia pulmonar, que é uma obstrução na circulação do pulmão, que pode levar a um quadro de falta de ar, sensação de dificuldade de respirar, tosse acompanhada de sangue, dor no peito de forte intensidade e em casos extremos pode levar à morte.

angiologista: Passada a fase aguda, mesmo sendo …

Passada a fase aguda, mesmo sendo muito bem tratada, a veia acometida nãovolta ao seu funcionamento normal, podendo causar no futuro danos à circulação venosa e insuficiência venosa crônica, que pode ter como consequência a formação de úlceras (feridas), eczema (coceira), varizes e um inchaço crônico. Como é feito o diagnóstico da trombose?Através do exame clínico, no qual frequentemente encontramos edema, dor à palpação, uma perna mais quente, às vezes avermelhada e dura. Para completar o diagnóstico podemos pedir um exame de sangue e/ou pedimos um exame de ultrassom chamado Doppler Colorido Venoso, que mostra o trombo dentro da veia.

angiologista: Como é feito o tratamento da …

Como é feito o tratamento da trombose?O tratamento é realizado na grande maioria dos casos com um medicamento anticoagulante, impedindo o aumento do trombo e permitindo ao organismo a recuperação adequada. Outras medidas como repouso com as pernas elevadas e o uso de meias elásticas medicinais podem ser necessárias. Em casos mais graves pode haver a necessidade de uma intervenção cirúrgica. Mas, dependendo do caso, não precisa de internação hospitalar. saiba mais Como prevenir a trombose?Evitando a imobilização prolongada e, se houver casos de trombose na família, procurando saber a causa.

angiologista: Se for trombofilia (quando o paciente …

Se for trombofilia (quando o paciente nasce com uma tendência maior para formar trombos), é aconselhável ter conhecimento para evitar. Também é necessário tratar as varizes, usar meias elásticas, manter o peso equilibrado e cuidar bem da saúde em geral. A prevenção, como falado anteriormente, é o movimento. Não ficar parado na mesma posição e fazer uma boa hidratação também são medidas preventivas. Que medidas devem ser adotadas como prevenção?É importante se mexer, como dito anteriormente. Também é essencial conhecer o histórico de problemas vasculares da família do paciente.

angiologista: Parar de fumar e cuidar bem …

Parar de fumar e cuidar bem do peso são outras medidas fundamentais, uma vez que os obesos têm mais chance de ter trombose. Se a paciente fizer uso de hormônios femininos, pílula anticoncepcional ou terapia de reposição ou em caso de cirurgias grandes ou longos períodos de imobilização por alguma razão inevitável, é aconselhável conversar com um angiologista sobre o uso de meias elásticas, mobilização passiva e outras formas de fazer o sangue circular. Fazer uma atividade física regular e procurar tonificar bem a panturrilha, que é o nosso coração venoso periférico, é o recomendado.

angiologista: E se o paciente tiver varizes, …

E se o paciente tiver varizes, deve tratá-las. Quais são as complicações da trombose?A pior complicação da trombose é o trombo se deslocar e migrar para o pulmão, levando a um quadro de embolia pulmonar, que é bem grave. Podemos ter, dependendo do segmento afetado após a trombose, um conjunto de sinais e sintomas que chamamos de síndrome pós-trombótica, em que o paciente pode ter edema e aparecimento de varizes e hipertensão venosa. Anitta (Foto: Reprodução/Instagram) Anitta (Foto: Reprodução/Instagram)


Cirurgia de Varizes: mais simples do que você pensa, recuperação com mínimo repouso

vascular
Antigamente, as cirurgias de varizes precisavam de grandes incisões, o que ocasionava maior agressão cirúrgica, mais dor no pós-operatório …

vascular
Antigamente, as cirurgias de varizes precisavam de grandes incisões, o que ocasionava maior agressão cirúrgica, mais dor no pós-operatório e maior tempo necessário para repouso.

vascular: O objetivo dessa matéria é derrubar …

O objetivo dessa matéria é derrubar alguns mitos sobre a recuperação e o repouso necessário após uma cirurgia de varizes.Com o refinamento da técnica cirúrgica e a modernização do tratamento, é possível fazer uma cirurgia mais delicada, sem incisões na pele e praticamente sem dor.“Doutor, as varizes voltam se eu não me cuidar?” É uma das dúvidas mais frequentes do consultório e um dos maiores mitos na Cirurgia Vascular.

As varizes não voltam por falta de repouso pós-operatório.

vascular: A principais causas de recidiva de …

A principais causas de recidiva de varizes são a falta de planejamento adequado e uma cirurgia de baixa qualidade.É de extrema importância um planejamento cirúrgico detalhado com um exame de ecografia vascular (o ecodoppler) realizado pela equipe que irá executar a cirurgia. O sucesso da cirurgia depende de um atendimento individualizado.A cirurgia é realizada com ecografia vascular intra-operatória a fim de visualizar as veias doentes mais profundas. As veias safenas (quando doentes) são tratadas com fleboablação com laser (EVLT), já as microvarizes e varicoses com uso de espuma e microespuma durante a cirurgia.

vascular: O objetivo é oferecer um tratamento …

O objetivo é oferecer um tratamento completo com uma rápida recuperação e retorno o mais rápido possível às atividade cotidianas.Basicamente a rotina cirúrgica se dá: Cirurgia realizada pela manhã com alta hospitalar no mesmo dia. Paciente sai do hospital caminhando com as pernas enfaixadas. Ao chegar em casa o paciente poderá subir escadas e fazer as refeições à mesa. Manterá uma rotina de repouso com pernas elevadas intercalado com caminhadas. Tempo de repouso (pernas elevadas) varia de 2 a 7 dias, dependendo do tamanho das varizes:• Microvarizes e varizes sem comprometimento de safenas: 2 a 3 dias.

vascular: • Varizes com tratamento da safena …

• Varizes com tratamento da safena com laser: 4 a 7 dias. Após esse período o paciente é liberado para todas as atividades diárias cotidianas.O tempo de repouso é determinado pelo próprio paciente. Caso esteja se sentindo bem, volta mais rápido as suas atividades cotidianas, como caminhar, dirigir, subir escadas, retornar ao trabalho ou a faculdade, praticamente sem parar sua rotina.O objetivo ao fazer um tratamento é NÃO atrapalhar a vida dos pacientes. Dr. Arnaud Rivayrand – CRM 167131 é Cirurgião Vascular e Ecografista Vascular.


11 estratégias para evitar a trombose venosa

A trombose venosa pode levar até pessoas jovens e saudáveis a serem hospitalizadas, como é o caso da cantora Anitta.

aterosclerose: A prática regular de exercícios e …

A prática regular de exercícios e uma alimentação com baixo teor de gordura evitam a trombose …

A trombose venosa pode levar até pessoas jovens e saudáveis a serem hospitalizadas, como é o caso da cantora Anitta.

aterosclerose: A prática regular de exercícios e …

A prática regular de exercícios e uma alimentação com baixo teor de gordura evitam a trombose venosa e contribuem para ter uma boa circulação. Eis mais algumas dicas para ajudá-lo a conseguir. 1 Peça a poltrona do corredor Certamente, optar pela poltrona na janela num voo de longa duração pode, de fato, elevar o risco de trombose venosa profunda (TVP), doença em que coágulos sanguíneos se formam nas pernas.

Os coágulos podem se deslocar pela corrente sanguínea e bloquear o fluxo de sangue para os pulmões – causando embolia pulmonar. O assento junto à janela limita a mobilidade, de certo, um dos principais fatores de risco da TVP.

aterosclerose: Diretrizes do Colégio Americano de Cirurgiões …

Diretrizes do Colégio Americano de Cirurgiões do Tórax aconselham a todas as pessoas com risco de TVP, num voo de 6 horas ou mais, a sentarem-se na poltrona do corredor. Sentar-se na poltrona do corredor pode reduzir o risco de TVP em voos longos 2 Basta um dia… Inalar passivamente a fumaça de um único cigarro por dia é o suficiente para acelerar o desenvolvimento de aderências e estreitamentos das artérias (aterosclerose), segundo a Associação Americana do Coração. O recado é claro: se alguém acender um cigarro, charuto ou cachimbo perto de você, afaste-se depressa, e mantenha sua casa e seu carro como áreas de não fumantes.

aterosclerose: 3 Não corra junto aos carros …

3 Não corra junto aos carros A atividade física faz bem ao coração e aos vasos sanguíneos, mas onde e quando você se exercita podem ter importâncias iguais. Poluentes provenientes da fumaça dos veículos, de fábricas e até mesmo de fornos a lenha podem danificar o revestimento interno das artérias e restringir o fluxo regular da circulação. O impressionante é que os efeitos nocivos podem ser observados dentro de algumas horas de exposição. Ao praticar exercícios, fuja da hora do rush, se possível, e evite correr ou pedalar em vias movimentadas.

aterosclerose: O ar é mais fresco e …

O ar é mais fresco e melhor para suas artérias em parques ou no campo. 4 Ajuda diária das plantas Os fitoterápicos podem ajudá-lo a manter os vasos sanguíneos em excelente forma – mas tome apenas um medicamento por vez:★ AlhoPara evitar o enrijecimento das artérias, tome de uma a três cápsulas de 300 mg, ou coma 900 mg de alho fresco.★ Gingko biloba15 gotas de tintura em água podem prevenir o enrijecimento das artérias e manter as veias fortes.★ Folhas e sementes de uvaTome uma cápsula de 30 mg de extrato de semente de uva.

aterosclerose: Sobretudo para fortalecer as veias e …

Sobretudo para fortalecer as veias e ajudar a prevenir varizes e hemorroidas. As folhas têm propriedades similares e podem fazer parte de sua alimentação regular. 5 Escolha uma delícia tropical Frutas como o caqui e o mamão papaia são boas fontes de vitamina C, poderoso antioxidante que pode aumentar o fluxo sanguíneo e até reverter os danos causados por artérias obstruídas e estreitadas. E devemos comer 5 porções de frutas e vegetais diariamente. Num estudo americano com pacientes de doença cardíaca, a vitamina C melhorou a capacidade de expansão das artérias, aumentando o fluxo sanguíneo. Coma as frutas ricas em vitamina C em saladas de frutas, com cereais ou puras.

aterosclerose: Morangos, laranjas e amoras, assim como …

Morangos, laranjas e amoras, assim como o brócolis, a couve e o pimentão vermelho, fornecem altos teores de vitamina C. Inclua uma ampla variedade de alimentos ricos dessa vitamina em sua alimentação diária para manter os vasos sanguíneos saudáveis. O chocolate amargo pode reduzir o risco de doença cardiovascular 6 Teste o extrato de tomate Acredita-se que o extrato de tomates sem conservantes “alisa” as plaquetas do sangue, evitando os coágulos sanguíneos. Aparentemente ele é isento dos efeitos colaterais dos medicamentos para afinar o sangue, como a varfarina. Se você acha que corre risco de sofrer uma TVP ou de apresentar coágulos sanguíneos, pode fazer o teste. Mas primeiro verifique com seu médico.

aterosclerose: 7 Coma um pedaço de chocolate …

7 Coma um pedaço de chocolate Com efeito, um quadradinho de chocolate após o jantar pode ajudar a reduzir o risco de trombose venosa.  E ainda baixar a pressão arterial como bônus. Mas somente se for puro e amargo. Assim, pesquisadores sugerem que o consumo de apenas 6,7 g de chocolate por dia pode diminuir em 19% o risco de doença cardiovascular. Ou seja, o chocolate amargo é rico em compostos químicos que podem ajudar a cessar a oxidação do LDL, o mau colesterol. Inegavelmente um dos processos-chave na obstrução das artérias.

aterosclerose: Escolha um chocolate com alto teor …

Escolha um chocolate com alto teor de cacau para esse delicioso e saudável reforço diário para a saúde. Descubra os benefícios do cacau para a saúde.  8 Pergunte sobre o tratamento com espuma Injeções de espuma para varizes podem liberá-lo para as atividades normais mais depressa, enfim, do que a cirurgia a laser. Segundo um estudo do Imperial College, de Londres, as pessoas tratadas com espuma tiveram menos dor. E, além disso, puderam voltar às atividades normais em apenas três dias, em comparação a oito dias após o tratamento com laser.

aterosclerose: Se você quer se livrar das …

Se você quer se livrar das dolorosas ou antiestéticas veias, pergunte ao seu médico sobre esse tratamento. 9 Pinho na veia Um extrato da casca de pinho marítimo francês – picnogenol – pode melhorar os sintomas de insuficiência venosa crônica (IVC), uma doença que causa inchaço nas pernas. Em suma, num estudo italiano com 40 pacientes, 30 receberam picnogenol e dez, um placebo. Os que tomaram o suplemento apresentaram menos peso e inchaço nas pernas e menos pressão nas veias. Acredita-se que o picnogenol aja estabilizando a camada de células logo abaixo da pele, portanto, expulsando os radicais livres (moléculas nocivas que causam dano celular), ou por uma combinação dos dois.

aterosclerose: O picnogenol está disponível em farmácias …

O picnogenol está disponível em farmácias de manipulação. Consulte o médico antes de usar o produto. 10  Não fique com nojo Revivendo uma prática conhecida há séculos, há quem faça o uso do desbridamento por larvas, no qual larvas vivas de mosca, dentro de um curativo, são usadas para limpar úlceras varicosas infectadas. O curativo é mantido sobre a ferida por 24–36 horas, período em que as larvas comem o tecido danificado. Embora pensar nisso possa causar nojo, a maioria das pessoas relata não ter sentido nada.

aterosclerose: No Brasil, entretanto, a prática não …

No Brasil, entretanto, a prática não é comum. 11 Elimine as lesões na perna com boas risadas Se já tiver uma lesão na perna, uma sonora gargalhada – além de cuidados tradicionais – pode curá-la. Com mais sucesso do que o tratamento com ultrassom, de acordo com um estudo recente da Universidade de Leeds, no Reino Unido. Rir com vontade pode ser benéfico, porque faz o diafragma trabalhar. Isso tem importância vital na movimentação do sangue pelo corpo, auxiliando, dessa forma, no processo de cicatrização. Ria com um amigo e, por exemplo, assista a uma comédia. Enfim, qualquer coisa que provoque um ataque de risos tem o mesmo efeito. Leia também quais os sintomas e tratamento para a trombose venosa.